Aluno da escola João XXIII no Morro D’Água Quente é premiado na etapa estadual do Prêmio MPT

Aluno da escola João XXIII no Morro D’Água Quente é premiado na etapa estadual do Prêmio MPT

O aluno do 4º ano da escola João XXIII, no Morro D’Água Quente, Gabriel de Jesus dos Santos, ficou em 2º lugar na etapa regional do Prêmio MPT na Escola 2019, concedido pelo Ministério do Trabalho de Minas Gerais.

Gabriel participou na categoria “conto” e sua professora orientadora foi Aparecida Gomes. Esta é a segunda vez que o município participa do prêmio.

O concurso premia dois grupos de alunos do Ensino Fundamental I e II, com estudantes do 4º e 5º anos, e do 6º e 7º anos nas categorias conto, curta metragem, desenho, música e poesia.

Os estudantes vencedores vão receber leitor de livro digital (1º lugar), caixas de som bluetooth (2º) e headset bluetooth (3º).

A solenidade de premiação será realizada no dia 6 de novembro, na sede do Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais (MPT-MG).

As peças artísticas que alcançaram os primeiros lugares serão automaticamente inscritas para concorrer na fase nacional do prêmio. Conforme previsto no regulamento do concurso, os trabalhos enviados ao MPT têm como temática trabalho infantil e profissionalização do adolescente/aprendizagem profissional. Uma comissão do MPT formada por quatro membros, servidores e estagiários avaliou as produções estudantis.

Os professores orientadores dos trabalhos também serão premiados, bem como as escolas cujos alunos obtiveram o primeiro lugar de cada grupo e categoria. As instituições de ensino serão contempladas com um leitor de livro digital e os profissionais da educação receberão os mesmos equipamentos entregues aos estudantes.

Em Minas, o Prêmio MPT na Escola 2019 contou com mais de 150 trabalhos inscritos oriundos de 35 municípios de diversas regiões do estado. Integrado ao Projeto Resgate a Infância – Eixo Educação, o concurso tem o objetivo de conscientizar e sensibilizar a sociedade, especialmente no território escolar, dos malefícios do trabalho precoce que ainda vítima tantas crianças e adolescentes no país.