Moradores de Catas Altas vão escolher melhor sistema de tratamento de esgoto para município

A Prefeitura de Catas Altas vai levar 40 moradores (um de cada família) do bairro Vista Alegre e da comunidade Vila Rica até a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para discutirem o melhor sistema de tratamento de esgoto para o município.

A visita técnica será realizada dia 14 de setembro e os interessados devem dar o nome na Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

“Vamos levar os moradores até a UFMG para que elas possam entender melhor do assunto e escolher qual é a melhorar forma de tratamento do esgoto. Atualmente, as duas localidades sofrem com este problema. O Vista Alegre, por ter seu esgoto jogado no rio. A comunidade do Vila Rica, por estar próxima da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Mas essa realidade vai mudar para melhor”, destaca o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Reginaldo Nascimento.

De acordo com o prefeito José Alves Parreira, esse envolvimento na escolha de como vai funcionar um serviço público é inédita no município. “Trabalhamos com transparência e queremos que os moradores, que são os mais atingidos pelo problema, possam fazer parte das conquistas e melhorias que estamos conquistando para eles. Nosso objetivo é envolve-los nas decisões para que possam entender que fazem parte da construção de uma cidade melhor”, explicou.

O novo sistema de tratamento de esgoto escolhido pelos moradores será implantado em breve. A Prefeitura já iniciou o processo para licitar a construção do interceptor que irá jogar o esgoto do Vista Alegre na ETE.

“Com esse novo sistema, vamos resolver um problema antigo de Catas Altas e melhorar as condições sanitárias e o meio ambiente em nosso município”, finaliza Nascimento.

Plano Plurianual – a ampliação das redes pluvial, água e esgoto do bairro Vista Alegre foi um dos cinco projetos prioritários escolhidos pelos moradores de Catas Altas para serem implantados no município em quatro anos.