Prefeito de Catas Altas mostra transparência em entrevista na Rádio Transamérica

De forma transparente e muito à vontade, o prefeito de Catas Altas, José Alves Parreira, concedeu uma entrevista no programa “Conversando com o Prefeito”, apresentado pela Rádio Transamérica, na última sexta-feira, dia 31 de março.

O programa foi tão produtivo que a entrevista, que tinha previsão de durar uma hora, se estendeu e durou quase duas horas. Neste período, Parreira apresentou as ações que já foram desenvolvidas nos primeiros três meses de governo, citou os projetos em andamento e respondeu aos questionamentos dos ouvintes que foram enviados por telefone e WhatsApp.

Destacando o trabalho que já foi realizado nesse início de mandato, o prefeito enfatizou que encontrou a prefeitura desorganizada e que houve, em um primeiro momento, a necessidade de se “arrumar a casa” antes de começar a pôr em prática alguns projetos previstos. Ainda assim, destacou que várias medidas já foram tomadas para melhoria da saúde, educação, meio ambiente, agricultura, segurança, turismo, cultura, assistência social, entre outros setores.

Além de mostrar o que foi feito e citar algumas obras previstas, Parreira ainda respondeu perguntas sobre a volta da horta comunitária (que será reimplantada na sede e no distrito), a instalação de antena de celular no Morro D’Água Quente (que já está em estudo), a implantação da guarda municipal e guarda mirim (processos que também já estão em andamento), a construção de casas populares, a realização de festas tradicionais, como as cavalgadas e a Festa do Vinho, entre outros.

Durante a entrevista, o prefeito não fugiu de perguntas polêmicas e aproveitou para reforçar que está fazendo um governo que não vai funcionar através de barganhas políticas, perseguições ou questões pessoais.

A participação foi tão grande, que muitos questionamentos não tiveram tempo de serem respondidos no ar, mas o prefeito se colocou à disposição para atender a todos que precisarem e agradeceu às muitas manifestações de apoio das pessoas que elogiaram sua simplicidade e sua transparência na forma de conduzir a máquina pública.