Prefeitura de Catas Altas assina contratos para início das obras do Centro Educacional

Prefeitura de Catas Altas assina contratos para início das obras do Centro Educacional

A Prefeitura de Catas Altas assinou ontem (20) os contratos com as empresas que irão construir e fiscalizar as obras do Centro Educacional. Os trabalhos devem ser iniciados em junho e estão previstos para serem concluídos em um prazo máximo de 12 meses.

O Centro é um dos maiores projetos do município e vai custar R$ 20.232.010,94, sendo R$ 447.314,56 (fiscalização) e R$ 19.784.696,38 (construção).

“Enfim, vamos iniciar esta obra tão grandiosa e que trará tantos benefícios para nossa população. A educação é tudo para o desenvolvimento humano e econômico de um país. Somente um povo consciente e instruído poderá mudar o mundo”, comemora o vice-prefeito Fernando Rodrigues Guimarães.

O Centro Educacional está localizado em um terreno de 35.095,82 metros quadrados, localizado na região central do município, próximo à escola estadual.

Desse total, 10.355,82 metros quadrados serão de área construída. Outros 20.416,74 ficarão preservados.

Complexo – O empreendimento vai funcionar como um grande complexo educacional, abrigando a cerca de 250 alunos da educação infantil (entre zero e cinco anos); 400, do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental; além da parte administrativa da secretaria de Educação, centralizando todos os serviços educacionais.

Os espaços serão divididos de acordo com as especificidades do público a ser atendido.

Na área reservada para a educação infantil e a creche, serão 12 salas de aula, biblioteca, berçário, lactário, sala de amamentação, sala de atividades, brinquedoteca e parque infantil. Tudo estará distribuído em dois pavimentos.

O espaço do Ensino Fundamental será construído com três andares e será composto por 20 salas de aula, laboratório de informática para 25 pessoas, laboratório de ciências, biblioteca, sala multimídia para 80 pessoas e três salas para atendimento individualizado.

Por fim, a área destinada à parte administrativa e pedagógica terá sala para coordenação geral, sala para secretaria de educação, sala de apoio para servidores, sala de Atendimento Educacional Especializado (AEE), sala de psicopedagogia, sala de diretor, sala para vice-diretor, sala de reunião para 42 pessoas, secretaria escolar, recepção, sala dos professores e reprografia.

Além destes espaços específicos para cada público, o prédio ainda vai abrigar alguns de uso compartilhado. São eles: sala de expressão corporal, sala de artes, sala multimídia para 70 pessoas, sala de música, cantina e refeitório.

Também serão construídos estacionamento com 50 vagas para uso da secretaria de educação, dispensa, almoxarifado, pátio de higienização, lavanderia, escritório para nutricionista e guarita de segurança.

Para completar, o Centro Educacional vai ser preparado, levando em conta todos os critérios de acessibilidade universal, de adequação ao clima e insolação, possibilitando o melhor conforto aos estudantes e demais usuários, sem custos excessivos de manutenção.

Além disso, as áreas externas serão projetadas como um grande jardim, de forma a se integrar visualmente à cidade, permitindo que os alunos possam desenvolver atividades ao ar livre, em contato com hortas e pomares.

“Realmente, este é um projeto arrojado. Não temos nada parecido em toda a região. Além da parte estrutural que é totalmente funcional, a área pedagógica é excepcional. Nosso objetivo foi criar uma edificação que pudesse ter, em função das soluções arquitetônicas, maior aproveitamento de espaços”, justifica a secretária de educação, Renata Soares.

O prefeito José Alves Parreira completa que esse é o projeto mais audacioso desta gestão. “Mas não poderia ser diferente. Acreditamos que a educação deve ser, sempre, prioridade. Quando entregue à população, os benefícios serão, rapidamente, sentidos, principalmente, pelos nossos alunos que terão a oportunidade de frequentarem um espaço adequado para o desenvolvimento da aprendizagem”, destaca Parreira.

Expansão – o projeto prevê expansão com a construção de um auditório para 300 pessoas e bloco esportivo com quadra poliesportiva; quadra de peteca; e vestiários.

Plano Plurianual – A construção do Centro Educacional foi o projeto mais votado pela população durante a votação do Plano Plurianual (PPA), que elegeu em 2017 as cinco ações prioritárias para os quatro anos. Ao todo, 16 ações estavam disponíveis para escolha.