Prefeitura de Catas Altas confere vacinação contra febre amarela dos servidores municipais

Mesmo sem nenhum caso confirmado de febre amarela na cidade, a Prefeitura de Catas Altas tem intensificado as ações para evitar que a doença se prolifere.

Além do monitoramento rápido de cobertura vacinal para Febre Amarela pelos enfermeiros, através de visita domiciliar e conferencia do cartão de vacina e da orientação à população para apresentar o comprovante em atendimentos realizados na saúde, a equipe da secretaria de saúde foi a todos os setores da Administração para conferir se os servidores estavam vacinados.

A ação aconteceu nos dias 6 e 7 de fevereiro, quando todos os funcionários tiveram que apresentar o cartão para conferência. As pessoas que ainda não haviam sido imunizadas, foram orientadas a procurar a unidade de saúde para receber a dose.

Atualmente, o município já imunizou cerca de 95% da população, mas continua em alerta já que casos da doença foram registrados em cidades limítrofes.

“No ano de 2017, realizamos uma grande mobilização a fim de facilitar o acesso da população a vacinação, ativamos a sala de vacinas do Morro da Água Quente, realizamos vacinação extramuro, monitoramos rotineiramente os cartões espelho e o registro no Sistema de Informação do Programa de Imunizações (SIPNI)”, destaca a secretária de saúde Maria Tereza.

Segundo a coordenadora de Vigilância em Saúde de Catas Altas Raquel Castro, o município não registrou casos em humanos e nem em macacos, mas é preciso intensificar as ações preventivas e ficar em alerta. “Foram registrados casos em todas as cidades limítrofes de Catas Altas, por isto a importância de termos 100% da população vacinada”, explica Raquel.

Para atingir 100% dos moradores, a secretaria de saúde ampliou o funcionamento da sala de vacina incluindo o horário do almoço e, às quartas-feiras, até as 19 horas (Centro de Saúde).

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), já são 76 óbitos registrados em todo o estado. No total, 183 casos foram confirmados e outros 404 estão sendo investigados.

O Governo de Minas Gerais decretou situação de emergência em cinco áreas do estado, somando 162 municípios.

Febre amarela – A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos infectados.

Em área rural ou de floresta, os macacos são os principais hospedeiros e a transmissão ocorre pela picada dos mosquitos transmissores infectados Haemagogus e Sabethes.

Nas cidades, a doença pode ser transmitida principalmente por mosquitos da espécie Aedes aegypti. Não há transmissão direta de pessoa a pessoa. Porém, desde 1942 não há registro de febre amarela urbana.

Os sintomas iniciais da febre amarela incluem o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza.

Abrir Chat
Saiba o que acontece em Catas Altas
Olá!
Para receber as notícias de Catas Altas, é preciso enviar seu nome e cidade/bairro e salvar o nosso número na sua agenda de contatos!
Powered by