Prefeitura de Catas Altas discute melhorias para saúde na 10ª Conferência de Saúde

As melhorias sugeridas pela população para a área da saúde de Catas Altas foram apresentadas, no último dia 27 de junho, durante a 10ª Conferência Municipal de Saúde, que aconteceu no Centro de Atendimento ao Turista (CAT).

Neste ano, o tema foi “Saúde Catas Altas: Atenção Primária com qualidade e eficiência, um compromisso de todos” e, na ocasião, foram discutidos assuntos ligados à Vigilância em Saúde, à Saúde da Mulher e à Atenção Primária.

Durante todo o dia, foram realizados debates, aprovação de propostas e três palestras. Uma delas foi sobre Leishimaniose Viceral, proferida pela médica veterinária, Stefânia dos Santos Gazzinelli. Stefãnia é Referência na Técnica dos Programas de Vigilância e Controle da Leishmaniose Visceral e Programa de Controle da Doença de Chagas na Secretaria de Estado de Minas Gerais.

As outras duas apresentações foram ministradas pela Enfermeira-especialista em saúde pública e doutora em enfermagem pela Universidade de São Paulo, Maria Rizoneide Negreiros de Araújo, e focaram a Saúde da Mulher e a Atenção Primária.

As propostas formalizadas de acordo com os eixos temáticos foram aprovadas por delegados escolhidos durante as pré-conferências realizadas em abril e maio deste ano em todos os bairros, distrito e zona rural. Eles são formados por representantes dos trabalhadores da saúde do setor público; Governo Municipal; e usuários.

Ao final, foram empossados os novos Conselheiros Municipais de Saúde.