Prefeitura de Catas Altas resolve problema da falta de tratamento de água

A Prefeitura de Catas Altas resolveu o problema da falta de tratamento da água consumida pela população. Desde setembro de 2016, a água estava sem receber cloração por falta de ortotoluidina, substância necessária no teste de mediação residual de cloro na água.

Com a aquisição do produto, a atual Administração já voltou a fazer as análises necessárias e o tratamento na Estação de Tratamento de Água (ETA).

Atualmente, a ETA de Catas Altas tem capacidade para tratar 12 litros de água por segundo, totalizando aproximadamente 31 milhões de litros por mês.

Desde janeiro deste ano, a Estação de Tratamento de Água (ETA), a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e a Unidade de Triagem e Compostagem de Resíduos Sólidos Urbanos são administradas pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

Captação – A água de Catas Altas é captada das cachoeiras da Santa e Maquiné.