Prefeitura de Catas Altas retoma capacitação de educadores e inova na elaboração da Base Curricular Municipal

Por: Departamento de Comunicação e Imprensa

A Prefeitura de Catas Altas retomou em fevereiro as ações para capacitação dos educadores da rede municipal. O trabalho é feito por meio do convênio com o Centro de Educação e Documentação para a Ação Comunitária (Cedac).

Neste ano, as capacitações contemplarão toda a rede, incluindo os profissionais da educação infantil ao 9º ano, para revisão da proposta curricular fundamentada na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), além das atividades relacionadas ao eixo “Língua Portuguesa” que contempla o fundamental I e o fundamental II.

“Esse trabalho é uma inovação. Somos um dos poucos municípios que tem estudado o documento a fundo para adequá-lo à realidade da nossa rede”, explica a Coordenadora Pedagógica da Rede, Ariane Hosken de Sá Carvalho.

Para este ano, as atividades já começaram, entre elas, encontros de formação presencial com gestores, coordenadores e professores, além de grupos de estudos para revisão da matriz curricular.

Segundo a formadora da equipe Comunidade Educativa do Cedac, Cristiane Tavares, o trabalho tem rendido muitos frutos positivos para o município.

“É um prazer acompanhar a revisão da matriz curricular em Catas Altas. A criação de grupos de trabalho compostos por professoras, coordenadoras e diretoras das escolas revela a intenção efetiva de realizar o trabalho de forma participativa. Em consonância com a Base Nacional Comum Curricular e com o Currículo Referência de Minas Gerais, a equipe pedagógica de Catas Altas dá um importante passo ao reestruturar a matriz curricular do município, integrando diferentes vozes e percursos”, destaca Cristiane.

PROJETO – O projeto de capacitação de educadores é o maior da história de Catas Altas. Em 2018 e 2019, serão investidos R$ 305.620 (valor é 263,83% maior do que o aplicado em 2017 que foi da ordem de R$ 84 mil). O montante é oriundo da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM).

Em 2017, foram feitos diversos trabalhos com professores de Educação Infantil e Ensino Fundamental I em Língua Portuguesa (escrita, leitura e oralidade), coordenação pedagógica, além da direção escolar e educacional. Em 2018 as ações foram voltadas para os profissionais do 1º ao 6º ano.

“Nossa meta é continuar investindo na capacitação dos nossos educadores. São eles que vão preparar nossas crianças e jovens para o futuro da cidade”, destaca o prefeito José Alves Parreira.